A garota do outro lado da rua

30/08/2012 § Deixe um comentário

Dois desejos distintos, separados por 5 metros. Distantes no tempo e no conhecimento do tempo. Dispostos a traçar o novo, mas com medo de esquecer o passado. Conformado com a ideia de perda, já que ganhar era sempre um bônus nada cotidiano. Perfeitos no desejo, incompletos quando vivos. Saltitantes parados. E assim se fez presente o recente passado traçado na memória. Voltando ao lado, na eskina barata. No furdunço do incerto, na beira da estrada. Nunca uma amplitude se tornou tão reduzida. Nunca sete passos foram tão impossíveis.

E o Amor se fez incerto. Do outro lado se fez presente, deixando o passado com uma sensação de ausente. E tudo se fez novo, de novo

Anúncios

Marcado:, , , , ,

Obrigado. :D

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

O que é isso?

Você está lendo no momento A garota do outro lado da rua no Ensaios Sobre Loucura.

Meta

%d blogueiros gostam disto: